.

.

terça-feira, 15 de setembro de 2015

VIROU RÉU

O juiz federal Sergio Moro aceitou nesta terça-feira (15) a denúncia do Ministério Público Federal contra o ex-ministro José Dirceu e outras 14 pessoas acusadas de envolvimento na corrupção da Petrobras.
Três anos após ser condenado no julgamento do mensalão no Supremo Tribunal Federal e com o cumprimento da pena ainda pendente, Dirceu volta a ser réu em ação penal. Os procuradores acusam o ex-ministro de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e associação criminosa.
Pessoas próximas também foram incluídas no processo: o irmão Luiz Eduardo e Julio César dos Santos, sócio da JD Consultoria, empresa do petista.
O ex-ministro está preso desde 3 de agosto, quando foi deflagrada a 17ª fase da Operação Lava Jato, batizada de "Pixuleco". Leia na íntegra a reportagem da Folha de S.Paulo.
Bookmark and Share

Nenhum comentário:

Postar um comentário