.

.

terça-feira, 31 de maio de 2011

HÁ 6 ANOS NO AR

Há seis anos no ar. Em 31 de maio de 2005 estreava o blog político Sou Chocolate e Não Desisto.

Com 2.192 dias no ar e mais de 308.700 mil visitas, dos cinco continentes, o blog tem sido destaque na blogosfera.

É uma honra e a responsabilidade fica maior. Obrigado a todos os leitores e parceiros deste blog. Valeu galera!!!

Bookmark and Share

sábado, 28 de maio de 2011

SEMANA BANDEIRA BRANCA NA MÍDIA

A segunda edição da Semana Bandeira Branca, idealizada pelo blog Sou Chocolate e Não Desisto que homenageou o ex-prefeito e ex-deputado José Parente Prado , foi destaque nos blogs e sites cearenses e, principalmente, sobralenses.

Em três postagens, o blog Sobral em Revista informou aos seus leitores sobre o movimento. O Sobral de Prima também reproduziu texto sobre a Semana Bandeira Branca. Outros blogueiros também postaram do Sou Chocolate e Não Desisto sobre a Bandeira Branca.

Os blog´s de Moisés Arruda e Macário Batista também repercutiram a homenagem à Zé Prado. Os sites O Debate Informativo, O Circular, Sobral Portal de Notícias (SPN) e Plantão Alerta também divulgaram.

Em duas postagens, o blog do vereador Marco Prado, agradeceu pela honrosa homenagem feita ao seu pai, O Zé dos Pobres. Marco Prado: “De forma sincera e lisonjeada agradecemos esta grande manifestação de apreço”.

Bookmark and Share

quinta-feira, 26 de maio de 2011

12 ANOS SEM JOSÉ PARENTE PRADO

Em 11 de julho de 1932, nasce em Sobral (CE), José Parente Prado, filho do ex-prefeito de Sobral Jerônimo Medeiros Prado e Francisquinha Gomes Parente Prado. Em continuidade aos passos do pai, Zé Prado ingressa na política em 1972. É eleito prefeito de Sobral por duas vezes, deputado estadual por três legislaturas. Casado com dona Maria do Socorro Barroso Prado; tiveram três filhos: Ricardo Prado, Marco Prado e José Inácio.

Zé Prado torna-se um dos políticos mais respeitado e admirado em Sobral - zona norte – e no Estado do Ceará. Sempre empenhado no bem-estar do povo sobralense e do Ceará respeitou o rico e esteve sempre em defesa do pobre, esse jeito simples, amigo e companheiro de fazer política cativou até adversários, que se rendiam a um abraço do “Zé dos Pobres”, como era conhecido pela população sobralense.

Zé Prado era um filho muito dedicado aos pais, jamais tomava uma decisão sem antes ir à casa de Jerônimo Prado e dona Frascisquinha Prado na Praça do Patrocínio, no centro de Sobral, para receber as bênçãos. Quando viajava, no caminho ligava várias vezes para sua esposa, Socorro Prado, a conversa se estendia por longos minutos.

Suas administrações foram sempre pautadas pelo respeito ao povo e abraçando o progresso e, foi um dos responsáveis pelo desenvolvimento de Sobral com obras como o terminal rodoviário (deputado Manuel Rodrigues), centro comercial entre tantas outras que fez na Princesa do Norte (Sobral).

Quando indagado qual era sua maior obra, sem hesitar Zé Prado respondia: “é ser amigo do povo. É respeitar o povo e receber dele o respeito. Essa é a minha melhor obra”. Zé Prado não sabia dizer não para um pobre. O rico, sempre era tratado com gentileza.

Sempre empenhado pelo progresso de Sobral, José Parente Prado era íntegro, autêntico e de uma gentileza ímpar. Um grande administrador. O povo sempre confiou nele, é por essas e tantas outras qualidades que jamais será esquecido. Um exemplo a ser seguido.

José Parente Prado faleceu em 26 de maio de 1999, vítima de infarto, no Hospital Dr. Estevam, em Sobral (CE). Deixou esposa, filhos, o Pai (faleceu em outubro de 2003), irmãs, netos, parentes e amigos! Saudade do “Zé dos Pobres”!

De 20 a 26 de maio, os leitores do blog Sou Chocolate e Não Desisto conheceram um pouco sobre a história e a trajetória política de José Parente Prado com a Semana Bandeira Branca. Confira: Bandeira Branca, o Hino, A primeira campanha, O sucessor, O pipocão, Vai, vai, vai, vai ninguém segura não!!! e É Zé contra Zé. É Zé Prado que o povo quer.

Bookmark and Share

quarta-feira, 25 de maio de 2011

É ZÉ CONTRA ZÉ...

O ano era ... 1988 e Zé Prado concorre pela terceira vez a prefeitura de Sobral (CE), foi a campanha mais difícil de sua carreira política. Seu principal adversário era o administrador da Santa Casa de Misericórdia de Sobral, padre José Linhares Ponte.

A candidatura de Zé Prado não tinha o apoio do recém “governo das mudanças” e nem do governo municipal. As pesquisas de intenção de voto realizada na cidade, padre Zé liderava e a tendência nos distritos repetia a da sede.

A campanha era o verde (Padre Zé) contra o azul (Zé Prado) com o slogan “É Zé contra Zé. É Zé Prado que o povo quer” e apoiado principalmente pela pobreza, Zé Prado arregaçou as mangas da camisa e visitou todos os bairros e distritos de Sobral. Ele visitou até a casa de eleitores adversários.

Essa campanha foi agressiva, insultos vinham de todos os lados contra Zé Prado; inúmeros adjetivos pejorativos brotavam a cada dia. Bagaceira era o mais frequente, mas Zé Prado sempre empenhou a bandeira branca à sua campanha e nunca guardava mágoa ou rancor de ninguém.

O coração de Zé Prado parecia ser de manteiga ou pudim; nessa campanha, afirmou em entrevista que se sentia constrangido pelo fato de disputar com um padre. Zé Prado tinha um pensamento que jamais se deve mexer com um padre, pois acreditava em castigo divino.

A campanha do verde contra o azul chegou ao fim e para surpresa de todos, Zé Prado, o candidato da bagaceira que não tinha o apoio do governo Municipal e nem do Estado, venceu a eleição com maioria em 87% das urnas.

Bookmark and Share

VAI, VAI, VAI, VAI NINGUÉM SEGURA NÃO!!!

O ano era ... 1986 e Zé Prado, já consagrado como líder político, disputa uma vaga na Assembleia Legislativa do Ceará.

As campanhas de Zé Prado eram marcadas por alguns pontos primordiais como: respeito, honestidade e alegria. Até seus adversários o respeitavam.

Zé Prado era todo simples e isso servia como uma ponte entre ele, o homem do sertão e o da cidade que se identificavam com o “Zé dos pobres”.

A alegria ficava sob a responsabilidade do amigo fiel e compadre, Pedro Lavandeira que comandava o Pipocão e emocionava a todos com suas músicas feitas para as campanhas de Zé Prado. Um dos maiores sucessos da campanha foi o jingle Vai, Vai, Vai, Vai Ninguém Segura Não!!!

Para as centenas de fãs e eleitores pradistas, até hoje essas músicas nos leva a uma doce saudade das campanhas pradista sob a batuta do maestro Pedro Lavandeira.

A vitória de Zé Prado como o deputado mais votado na zona norte do estado representou para o povão, que sempre esteve ao lado dele, como chuva no roçado do agricultor, extrema felicidade.

Bookmark and Share

terça-feira, 24 de maio de 2011

O PIPOCÃO

O ano era... 1982 e Zé Prado disputa a segunda campanha para prefeito de Sobral (CE). Eram três candidatos: Zé Prado, Joaquim Barreto – o Kinkão – e Aurélio Ponte.

Foi neste ano que entrou em cena o “Pipocão”, a charanga que contagiava a multidão nos comícios e terreiros-alegre de Zé Prado. Cheio de lâmpadas por todos os lados, o carro era a sensação por onde passava.

Numa alusão divertida ao jogo do bicho, a população identificava os candidatos não pelo número da cédula eleitoral de cada um, mas pelo número do jogo. Zé Prado, o 15, era o jacaré; Aurélio Ponte, o 16, era o leão e Kinkão, o 17, era o macaco.

Todas as campanhas de Zé Prado eram marcadas por uma música feita pelo poeta popular, Pedro Lavandeira e nessa de 1982 não foi diferente; entre todas as músicas da campanha, a que marcou foi a versão de Andar com Fé, Pedro Lavandeira fez Andar com o Zé.

A campanha foi disputadíssima e o nome do novo prefeito de Sobral só foi conhecido próximo ao término da apuração. Zé Prado e Kinkão, sempre próximo um do outro na contagem dos votos, mas no último dia de apuração, Kinkão foi eleito prefeito de Sobral.

Bookmark and Share

segunda-feira, 23 de maio de 2011

O SUCESSOR

O ano era ... 1976, para sucedê-lo na prefeitura de Sobral (CE), Zé Prado lança José Euclides.

Para eleger seu sucessor, Zé Prado não mediu esforços: saia às ruas de Sobral e distritos dia e noite pedindo voto para seu candidato.

Com o slogan “de Zé pra Zé, do jeito que o povo quer” e a força política que o jovem carismático da família Prado já demonstrava ter, elegeu seu sucessor.

Após seis meses no poder, Euclides rompe com Zé Prado, seu padrinho político e responsável pela sua vitória.

Bookmark and Share

domingo, 22 de maio de 2011

A PRIMEIRA CAMPANHA

O ano era... 1972 e Zé Prado disputava sua primeira campanha, seu adversário era o empresário Carlos Alberto, o “carrim”. A campanha empolgava todos os sobralenses dos bairros e dos distritos.

Após uma acirrada disputa, Zé Prado foi eleito prefeito de Sobral. De1973 a 1976 Zé Prado e o vice João Edson Andrade administraram a cidade no prédio da atual Câmara Municipal.

Bookmark and Share

sábado, 21 de maio de 2011

BANDEIRA BRANCA, O HINO

As campanhas de Zé Prado eram marcadas por vários jingles que se tornaram memoráveis, entre eles: Falam de Mim, Andar com Fé, Vai Vai Vai... Mas entre tantos que se destacaram, um virou o hino da carreira política pradista: Bandeira Branca.

Conhecida na voz magnifica de Dalva de Oliveira, a música ganhou uma versão feita pelo poeta popular Pedro Lavandeira, amigo fiel e compadre de Zé Prado. Quando o clima ficava quente na campanha, Prado pedia para o compadre Lavandeira cantar Bandeira Branca.

Bookmark and Share

sexta-feira, 20 de maio de 2011

SEMANA BANDEIRA BRANCA

Na próxima quinta-feira, 26 de maio, completa 12 anos que José Parente Prado (foto), o “Zé dos Pobres” faleceu.

Para lembrar a trajetória política desse líder, o blog Sou Chocolate e Não Desisto faz uma semana em homenagem ao “Zé dos Pobres”.

Fotos, jingles e histórias que marcaram as campanhas de José Parente Prado, um dos maiores líderes políticos do Ceará, fazem parte da "Semana Bandeira Branca".

Zé Prado foi secretário municipal, deputado estadual por três legislaturas e duas vezes prefeito de Sobral, Ceará.
Bookmark and Share

quinta-feira, 19 de maio de 2011

PUXANDO O FIO DA MEADA

O poderoso Antonio Palocci está de volta a cena midiática pelo mesmo motivo das outras vezes: maracutaia política. Desta vez o ministro-chefe da Casa Civil do governo Dilma está em volvido num suposto enriquecimento ilícito. Segundo reportagem do jornal Folha de S. Paulo, ele aumentou seu patrimônio em 20, em quatro anos.

Palocci se defendeu dizendo que a multiplicação dos pães foi motivo de seu trabalho em consultoria de empresas. A minguada oposição insiste em levar o ministro-chefe para esclarecer esse efeito fermento em seu patrimônio. Até agora o fiapo oposicionista que existe no Congresso não conseguiu. Antonio Palocci foi blindado pela base governista.

A repercussão do caso é grande e puxando o fio da meada, eis que o chefão da Casa Civil não estar só, segundo uma reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, mais cinco ministros do governo Dilma também usaram o mesmo serviço de Palocci, entre eles, o ex-prefeito de Sobral e atual ministro dos Portos (Secretária com status de Ministério), Leônidas Cristino.

Bookmark and Share

quarta-feira, 18 de maio de 2011

VEÍCULO IRREGULAR

Pilotando um jipe 4x4 zero quilômetro da marca TAC Motors, o governador do Ceará, Cid Gomes (PSB) comandou no último domingo (15) o patético Rally da BR 222, em forma de protesto contra o descaso com as rodovias federais no Ceará, segundo o governador. Um detalhe passou despercebido por quem deveria cumprir a lei, a Polícia Rodoviária Federal. O veículo estava irregular.

Segundo reportagem do Portal IG, o veículo guiado pelo governador Cid Gomes com placa verde é reservado para testes e só pode ser conduzido por técnicos. Nessa condição, afirma a matéria, o carro também não teria licenciamento. A assessoria do Governo informou que Cid não sabia a quem pertencia o veículo e muito menos que o jipe estava irregular.

A irregularidade cometida pelo governador cearense passou despercebida por aqueles que bajulam o chefe do executivo estadual. O espetaculoso Rally da BR serviu apenas para um tour governamental entre Sobral e Itapajé. A palavra ingenuidade passa há quilômetros de Cid Gomes. Ele estava fazendo marchandising da TAC.

A TAC Motors por entender que o evento é indispensável ao Estado e num momento de tamanha bondade, emprestou sem nenhum interesse o jipe para a organização do evento. Talvez como o governador, a fabricante também não sabia que era irregular emprestar o veículo reservado para testes ao famigerado Rally.

Bookmark and Share

terça-feira, 17 de maio de 2011

UM VÁCUO NA CIDADANIA

Por Buba Lima do blog Casa de Mãe Joana

Como diria a o nosso ex-governador Claudio Lembo, a culpa é da classe “Classe paulista branca e burguesa”. E faço minha as suas declarações.

A “sociedade viva Pacaembu” e a “Associação Defenda Higienópolis”, fizeram também jus à prerrogativa de cazuza “A Burguesia Fede”, quando não aceitaram a construção de uma estação de metrô naquela região.

A “Defenda Higienópolis” embargou uma estação na via Angélica, da linha 6 laranja do Metrô, que sairia da Brasilândia, zona norte, até o centro, passando por bairros como Perdizes, Pompéia, Santa Cecília e fazendo conexão entre as universidades Mackenzie, PUC e Faap.

Agora a estação poderá ser na Praça Charles Miller, causando desconforto entre as duas entidades. A presidente da Associação Viva Pacaembu, Iênidis Benfati tachou de "perniciosa" a decisão do governo de construir a estação no Pacaembú, motivado por pressão sem levar em conta a demanda. Irritou-se ela, temendo grandes concentrações de torcedores em dias de jogos e também de ambulantes no local.

Embora estes torcedores, atualmente, se espalham pelas estações Sumaré, Clínicas, Marechal Deodoro e Barra Funda. Não se tem lá tantas incidências de mortos e feridos como presume a burguesia.

Apenas “cérebros de minhoca” poderiam pensar o Metrô como sinônimo de pobreza e falta de civilidade. Quando este sistema de transporte só tem a beneficiar qualquer região. A exemplo disso, vemos as estações Faria Lima, que por sinal deveria se chamar Estação Largo da Batata, Vila Madalena e muitas outras que não têm concentração algum de ambulantes.

Só gostaria também de saber de que bom senso o presidente da “Associação Defenda Higienópolis”, o Srº Pedro Ivanow, se refere, quando prevaleceu do ultimato da classe burra burguesa em não consentir a construção do metrô na Angélica.

Os moradores de Higienópolis e Pacaembu, podem até não necessitar do transporte público, mas aqueles que transitam pelas áreas e elevadores de serviços, daquela região, com certeza sim.

Bookmark and Share

segunda-feira, 16 de maio de 2011

ESCLARECIMENTO DOS FATOS

A votação sobre mudanças na lei do Código Florestal na última semana gerou polêmica e muita confusão. O relator do projeto que modifica o Código, o deputado Aldo Rabelo (PCdoB-SP) acusou Fábio Vaz de Lima, esposa da ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva de fraudador de contrabando de madeira.

Marina disse que o relator Aldo Rebelo está tentando desviar o foco do debate sobre a votação. Em resposta às acusações levianas do relator, a ex-ministra postou em seu site uma nota de esclarecimento sobre a doação de mogno feita pelo Ministério do Meio Ambiente à Fase. Confira a íntegra da nota, clique aqui.

Bookmark and Share

sexta-feira, 13 de maio de 2011

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Caros amigos, leitores e parceiros do Sou Chocolate e Não Desisto, por motivos no Blogger que hospeda este blog e milhões de blog´s pelo mundo afora, no fim da tarde de ontem (quinta-feira, 12) e início dessa manhã, a atualização e a visualização esteve indisponível. Após 20 horas fora do ar, a pane foi solucionada e os blogueiros respiraram aliviados e voltaram a postar.

Atenciosamente,

Valério Sobral.

Bookmark and Share

quinta-feira, 12 de maio de 2011

MINISTRA NA BERLINDA

No comando do Ministério da Cultura, Ana de Hollanda passa por momentos de turbulência em sua pasta. Apenas 5 meses se passaram desde que ela assumiu e, de lá para cá, seu nome tem aparecido em polêmicas, entre elas a do ECAD (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição de Direitos Autorais).

Segundo reportagens do jornal O Estado de S. Paulo e O Globo, o órgão estava mergulhado em fraudes. A ministra, por mais de uma vez, manifestou abertamente que era contra fiscalização no ECAD.

Outro episódio que desgastou a imagem da ministra foi a divulgação feita pela imprensa sobre diárias recebidas indevidamente, desde que assumiu a pasta em janeiro deste ano. As diárias eram sempre aos finais de semana em compromissos não oficiais, tendo sempre como destino seu estado, o Rio de Janeiro. Diante da repercussão, ela disse que vai devolver o valor das diárias, que segundo O Globo é mais de R$ 35 mil em 65 diárias.

Outro fato que deixa a ministra mais enrolada que centopeia amarrando cadarço, é sobre a sobrinha dela, a cantora Bebel Gilberto que recebeu autorização para captar R$ 1,9 milhão pela Lei Rouanet. Outro episódio similar, foi a autorização para captação de R$ 1,3 milhão para a criação do blog O Mundo Precisa de Poesia da cantora Maria Bethânia.

Sem espaço e “fritada” até por aliados do governo federal, a ministra está dentro de um furacão que não dá sinais de que vai passar logo. Nesta quarta-feira (11), o compositor e cantor Caetano Veloso saiu em defesa da amiga e disse que ela é vítima de campanhas que são “bolhas ideológicas”. É uma mulher de respeito, finalizou o cantor.

Nesta semana, em encontro com artistas em São Paulo na Assembleia Legislativa, ela teve que sair sob escolta policial. Um grupo de manifestantes protestava contra a administração no MinC, entre eles estava o diretor de teatro José Celso Martinez Corrêa que fez ataques contundentes contra a gestão dela.

Diante destes fatos, a ministra Ana de Hollanda está na berlinda. Na internet já existe um manifesto que pede mudança urgente no MinC, mais de 2 mil pessoas já assinaram. Até petista assinou.

Bookmark and Share

quarta-feira, 11 de maio de 2011

SEMANA BANDEIRA BRANCA

A partir do dia 20 a 26 de maio, o blog Sou Chocolate e Não Desiste faz a “Semana Bandeira Branca”, que homenageará José Parente Prado (foto), o “Zé dos Pobres” que faleceu em 26 de maio de 1.999.

Um dos maiores líderes políticos do Ceará, Zé Prado foi secretário municipal, deputado estadual por três legislaturas e duas vezes prefeito de Sobral.

Para lembrar a trajetória política de Zé Prado, a cada dia da “Semana Bandeira Branca” este blog mostrará fotos, jingles e postagens com histórias que marcaram suas campanhas.

Bookmark and Share

PIRES NA MÃO

Organizada pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), a 14ª Marcha em Defesa dos Municípios que começou ontem (10) em Brasília e vai até amanhã (12), reune mais de 4 mil prefeitos e uma centena de vereadores; todos com pires na mão. Também participam da Marcha alguns secretários, ministros e a presidente da República, Dilma Rousseff.

A pressão que os gestores fazem com o governo federal já surtiu efeito positivo; a presidente Dilma Rousseff que fez abertura do evento, anunciou que serão liberados aos municípios R$ 750 milhões para pagamento de obras já iniciadas ou com execução autorizada, sendo R$ 520 milhões imediatamente e os R$ 230 milhões restantes no próximo dia 6 de junho.

Bookmark and Share

CRIMINALIZAÇÃO DA HOMOFOBIA

Por Silvia Gomide, da Agência Senado

A criminalização da discriminação por gênero e orientação sexual, assim como contra idosos e pessoas com deficiência, poderá ser votada na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) nesta quinta-feira (12). A relatora do Projeto de Lei da Câmara (PLC) 122/06, senadora Marta Suplicy (PT-SP), apresentou seu parecer, favorável à aprovação da matéria, nesta terça (10).

A senadora Marta Suplicy fez apenas uma modificação no texto da proposta. Em respeito à liberdade religiosa, garantida na Constituição Federal, Marta excluiu do alcance da lei "os casos de manifestação pacífica de pensamento fundada na liberdade de consciência e de crença". O artigo modificado penaliza, porém, quem "praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito".

O PLC 122/06 altera a Lei 7.716/89, que trata da punição de crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional. A proposta inclui entre os crimes abrangidos pela lei a discriminação por gênero, sexo, orientação sexual, identidade de gênero, contra idosos ou pessoas portadoras de deficiência. O projeto ficou popularmente conhecido como o da "criminalização da homofobia".

Caso passe na CDH, o projeto segue para a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) e, se aprovado, para o Plenário. Aprovada pelos senadores, a matéria retornará à Câmara, uma vez que foi modificada por substitutivo da ex-senadora Fátima Cleide (PT-RO), que incluiu também a discriminação contra deficientes e idosos na Lei 7.716/89.

Bookmark and Share

terça-feira, 10 de maio de 2011

SERRA ESTREIA NA BLOGOSFERA

Um dos maiores tuiteiros do país, o ex-governador de São Paulo, José Serra (PSDB) estreou recentemente na blogosfera. A tônica do blog do tucano são críticas ao governo de Dilma Rousseff e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Numa das postagens, o tucano diz que Lula tem talento de animador e que graças à publicidade massiva, deu-se a impressão que o crescimento dinâmico havia voltado para ficar. Impressão, infelizmente, sem fundamento.

Bookmark and Share

segunda-feira, 9 de maio de 2011

POR UMA BOA CAUSA

Mantida há mais de 34 anos e marca registrada, a barba do governador da Bahia, Jaques Wagner foi tirada hoje, mas por uma boa causa.

Uma empresa privada pagou pela barba o valor de R$ 500 mil e foi depositado pelo Instituto Ayrton Senna. O valor será aplicado em cinco escolas públicas que forçará o programa Todos pela Escola em Salvador.

Em parceria com o governo do Estado e a prefeitura de Salvador, o Instituto Ayrton Senna atua na capital baiana desde 1994.

Bookmark and Share

domingo, 8 de maio de 2011

MÃES DA PRAÇA DE MAIO

Em homenagem ao Dia das Mães, o blog Sou Chocolate e Não Desiste homenageia todas as mães com o movimento das Mães da Praça de Maio, criado pelas mães dos 30 mil jovens desaparecidos durante a ditadura militar na Argentina que durou de 1976 a 1983. Elas lutam há mais de 34 anos para saber onde estão seus filhos.

No Brasil, também várias mães choram até hoje pelo desaparecimento de pessoas durante o regime militar que vigorou por 20 anos. Parabéns a todas as mães!!! A minha mãe, um super abraço.

Bookmark and Share

sábado, 7 de maio de 2011

O SUPREMO SAI DO ARMÁRIO

Por Leandro Loyola e Humberto Maia Junior, da revista Época

Os brasileiros e as brasileiras que mantêm relacionamentos com pessoas do mesmo sexo agora existem para a lei. Desde a semana passada, os casais homossexuais podem registrar essa parceria como união estável e ter acesso aos mesmos direitos de casais heterossexuais: fazer declaração de Imposto de Renda em conjunto, registrar os parceiros como dependentes no plano de saúde, garantir a eles direito a herança, indicá-los ao INSS e a empresas de previdência privada como beneficiários de pensões e aposentadorias e adotar crianças.

Os casais homossexuais foram tirados de uma espécie de armário legal por decisão do Supremo Tribunal Federal. Na semana passada, por unanimidade, dez ministros do STF reconheceram legalmente a união de pessoas do mesmo sexo. Apenas o ministro José Antonio Dias Toffoli se absteve de votar porque deu pareceres sobre as ações quando estava na Advocacia-Geral da União. “Ninguém pode ser privado de seus direitos nem sofrer quaisquer restrições de ordem jurídica por motivo de sua orientação sexual”, afirmou o ministro Celso de Mello. Ministros como Luiz Fux e o relator, Ayres Britto, se emocionaram ao ler seus votos. Até a decisão do Supremo, poucos casais gays haviam conquistado direitos, com base em decisões isoladas. A decisão do Supremo cria uma orientação geral a ser seguida. “Nenhum juiz poderá negar os benefícios”, afirma a advogada Maria Berenice Dias, especialista no tema.

Ao tratar da união entre homossexuais, o Supremo ocupou um vácuo legal deixado pelo Congresso. Os juízes interpretaram a Constituição e deram ao tema uma orientação geral, de princípio. Mas, ao final do julgamento, o presidente do STF, ministro Cezar Peluso, disse que o Congresso precisa agora legislar especificamente sobre o assunto, como é a tradição do Direito brasileiro. “A sociedade evoluiu, mas o parlamento se acovardou diante desses temas polêmicos”, afirma a senadora Marta Suplicy (PT-SP). Está parado na Câmara há 16 anos um projeto de sua autoria de reconhecimento da união entre homossexuais. Segundo Marta, os votos dos ministros do Supremo podem ajudar a vencer resistências de parlamentares que fogem do tema por medo da reação de eleitores religiosos.

Os direitos dos gays vêm sendo reconhecidos pelo mundo afora há duas décadas, sempre por iniciativa do Legislativo. Em 1989, o parlamento da Dinamarca aprovou uma lei que permite aos gays se casar. A Suíça aprovou mudança igual por consulta popular. Na América do Sul, a Argentina permite o casamento gay desde o ano passado. Isso não é o mesmo que foi votado agora pelo Supremo. A aprovação da União Estável para gays significa reconhecer que as pessoas que vivem juntas têm os mesmos direitos de quem casou no civil. Mas não é um casamento. A Constituição brasileira só prevê o casamento entre homens e mulheres. Ainda.

Bookmark and Share

quarta-feira, 4 de maio de 2011

UM CONTRA TODOS

Única voz de oposição na Câmara Municipal de Macaé, Rio de Janeiro, o vereador Danilo Funke (PT), corre o risco de perder o mandato, o motivo foi transmitir via Twitter a votação sobre o plano de cargos e salários dos professores municipais. Danilo foi denunciado à Comissão de Ética, Moral, Bons Costumes e Decoro Parlamentar. Por 10 votos a 1, o processo de cassação foi aberto. O voto contrário foi do petista.

A sessão não era secreta e os vereadores que votaram a favor da cassação de Danilo Funke disseram à imprensa que não gostaram do que o colega postou porque nominou no microblog como cada um de seus pares votou. Segundo o presidente da Comissão de Ética, o vereador Luiz Fernando Borba Pessanha (PMDB), aceitou a denúncia, alegando que o caso não se trata apenas de uma mera acusação de difamação.

A repercussão do caso do parlamentar de Macaé que tem seu mandato ameaçado por ser transparente ganhou as páginas dos principais jornais do país, sites e blog´s. Nas redes sociais o apoio ao vereador é total; pela coragem e transparência. Em defesa de seu mandato, Danilo Funke está divulgando um abaixo-assinado na internet. Siga o vereador no Twitter e acompanhe o desenrolar do caso.

Bookmark and Share

segunda-feira, 2 de maio de 2011

EM DEFESA DO MOVIMENTO LGBT

Em entrevista ao programa É Notícia, na Rede TV, apresentado pelo jornalista Kennedy Alencar, o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) defendeu os direitos de homossexuais e a criminalização da homofobia.

Wyllys também defendeu a cassação do mandato do deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ), que recentemente fez declarações de cunho homofóbico e racista. Confira a íntegra da entrevista: bloco 1, bloco 2 e bloco 3.

Bookmark and Share

domingo, 1 de maio de 2011

DIA DO TRABALHO

As comemorações alusivas ao Dia do Trabalho que ocorrem hoje em todo o país prometem ser um grande show! Em São Paulo a festa das centrais sindicais, CUT e Força Sindical promete levar mais de 1,5 de trabalhadores, artistas, políticos e religiosos.

No Vale do Anhangabaú, a CUT (Central Única dos Trabalhadores) realiza show com vários artistas brasileiros e africanos e um ato inter-religioso que faz parte do intercâmbio Brasil-África que a CUT promove neste 1º de Maio na capital paulista. Os homenageados deste ano são os ex-presidentes Lula e Nelson Mandela.

A Força Sindical promete levar mais de 1 milhão de trabalhadores para Avenida Marquês de São Vicente, Barra Funda, zona oeste. Nesse ano a Força economizou nos prêmios , não terá o sorteio de um apartamento, apenas o de 20 carros 0 km.

Ao contrário do que aconteceu ano passado, a presidente Dilma Rousseff não estará em nenhum evento, preferiu dar seu recado através de um pronunciamento em rede nacional de rádio e tv na última sexta-feira, 29. Artigo raro será encontrar um político nesses eventos das centrais sindicais. Não é ano eleitoral.

Bookmark and Share