.

.

terça-feira, 1 de agosto de 2017

COXINHA DE ESQUERDA ?

Luciana Genro desmonta argumentos de Lula e do PT. Está nas livrarias, Cinco Mil Dias - O Brasil na Era do Lulismo, livro organizado por Gilberto Maringoni e Juliano Medeiros. Custa R$: 49,00.
Luciana Genro está lá. E escreveu um artigo sobre os governos do PT e pincei umas coisas. Ela permanece sem mandato desde 2014 quando disputou a Presidência da República contra Aécio; Dilma e Marina, pelo PSOL.
Militante inconteste da esquerda, as declarações de Luciana entre aspas, abaixo, não têm como desmentir, nem o petismo poderá chama-la de 'coxinha' ou 'tucana'. Ou vai mesmo assim?
O PT E TEMER
"O PT não tem interesse em derrubar Temer agora.  Eles querem deixar o governo sangrar e fazer os ajustes, a parte ruim, para assumir depois". "Eu teria esperança no afastamento do Presidente se houvesse uma grande mobilização popular empurrando a Câmara a abrir o processo".
LULA BATE E LEVA
Na semana passada, Lula criticou o PSOL. Disse que o partido precisa vencer uma eleição para parar de frescura. "Eles vão perceber que não dá pra gente nadar teoricamente. Entra na água e vai nadar, porra", afirmou.
"Lula entrou tanto no mar que se afundou, porque mergulhou na lama da corrupção", rebateu sem rodeios a ex-deputada Luciana Genro.
LULA DESMONTADO
"O problema do Lula é que ele não pode suportar  a ideia de que a sua autoridade moral está sendo questionada. Ele se coloca num patamar superior  ao dos mortais. Mas ficou evidente que ele estabeleceu relações promíscuas com as empreiteiras".
“Lula perdeu as condições de se apresentar como um candidato de esquerda. Quando empreiteiras pagam milhões a um metalúrgico, ele deixa de pertencer à sua classe de origem. Vira agente dos interesses do andar de cima".
A FAVOR DA LAVA JATO
"Apoio a Lava Jato e defendo que ela vá até o fim, doa a quem doer. Setores do PT já disseram que a operação seria uma manobra do imperialismo americano para destruir a esquerda brasileira. Se esse discurso tivesse prevalecido, não teríamos Eduardo Cunha preso; Temer denunciado e políticos do PSDB sendo investigados”.
O PT NO PODER
“A política econômica do petismo se apoiou numa aliança do Estado com o grande capital privado, os banqueiros e o agronegócio".
“Lula apostou na cooptação de trânsfugas da ditadura, como Sarney e ACM, e na gestão da massa fisiológica de parlamentares através de cargos e dinheiro. O mensalão foi parte desta gestão, algo que a Lava Jato mostrou ser apenas a ponta do iceberg"...
Via Cláudio Teran, com informações da Folha de São Paulo
Bookmark and Share

Nenhum comentário:

Postar um comentário