sábado, 17 de junho de 2017

OLHE PARA A LENTE DA VERDADE

Se estivesse vivo, Clodovil Hernandes, completaria hoje 80 anos. Um dos artistas mais polêmicos, completos, carismáticos do país, Clodovil faleceu aos 71 anos. Contundente em suas posições, palavras cortantes, ao mesmo tempo era de coração generoso.
Costureiro, apresentador de tv, ator e deputado federal, o segundo mais votado na eleição de 2006 – mais de 490 mil votos – Clodovil Hernandes teve sua vida marcada por polêmicas. Por onde passou deixou alguns desafetos e muitos amigos.
Em 1985, Clodovil recebeu uma homenagem de Luiz Gonzaga, o Rei do Baião, na canção Deixa a tanga voar.
Biografia: Nasceu em Elisário (SP). Nos anos 60 e 70, Clodovil foi uma das figuras máximas da alta-costura brasileira. Os modelos assinados pelo estilista eram disputados por socialites e celebridades. Ainda no começo dessa carreira, ganhou o prêmio mais cobiçado do mundo da moda, o Agulhas de Ouro.

Clodovil faleceu no dia 17 de março de 2009, em Brasília no Hospital Santa Lúcia. O deputado teve morte cerebral anunciada pelo diretor do hospital, após 30 horas de ser encontrado desmaiado em sem seu apartamento, em Brasília. 

Abaixo, um dos discursos contundentes do deputado federal Clodovil Hernandes.
Bookmark and Share

Nenhum comentário:

Postar um comentário