.

.

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

SÉRGIO GUERRA NAS PÁGINAS AMARELAS

Em entrevista a revista Veja nesta semana, o presidente nacional do PSDB, o senador Sérgio Guerra (PE) fala sobre economia e as eleições presidenciais deste ano. Confira trechos da entrevista concedida ao jornalista Diego Escosteguy.

Economia: “Iremos mexer na taxa de juros, no câmbio, e nas metas de inflação. Essas variáveis continuarão a reger nossa economia, mas terão pesos diferentes”. Disse Sérgio Guerra, caso seu partido saia vencedor das eleições em 3 de outubro.

Lula: “Acho que Lula foi o último presidente a fazer política com as mãos sujas. Não há mais espaço para esse tipo de mentalidade que redundou no mensalão, na compra espúria do Parlamento”.

Dilma Rousseff : “ Ela nunca foi candidata, não tem história, hospedou-se por algum tempo no PDT e agora foi para o PT. Dilma não tem o que dizer nem o que mostrar. Qual o currículo dela? Dilma é candidata porque o presidente assim quis. Mas essa história de Lula de saias não funciona”.

Eduardo Azeredo: Sobre o ex-presidente nacional do PSDB e ex-governador mineiro, Eduardo Azeredo ter se tornado réu no STF acusado de liderar o mensalão mineiro, Sérgio Guerra disse: “Eu não concordo que tenha havido mensalão em Minas. O senador Azeredo é um dos homens públicos mais íntegros do país. Temos certeza de que ele será inocentado no Supremo Tribunal Federal.

Serra: Sobre o governador paulista e pré-candidato do partido à Presidência, Guerra disse: “Temos um fortíssimo candidato, que não está à frente nas pesquisas por mera sorte. Serra é um político inteligente, preparado, que sabe governar e já mostrou isso. Tem história e compromisso com o país”.
Bookmark and Share

Nenhum comentário:

Postar um comentário